Koan do Bolsonazi

14 (1+4 = 23) discordianos estavam sentados em uma roda, quando um deles disse “Ei, vamos trollar a extrema-direita brasileira”, outros doze concordaram, um deles relutante concordou com ressalva. Eles passaram dias procurando links para uma conexão espiritual zipzapiana com a extrema-direita, e nada surgia.
Uma delas, por fim, virou-se ao São Gulik e pediu para que por fim chamasse Éris. Ela então se dirigiu a Éris:
“Ó Éris, concubina da confusão, mãe santíssima de todas as discórdias, como poderíamos fazer uma conexão zipzapiana com a extrema-direita brasileira”.
“Não podem”
“Você não vos permite? Não existem leis, a menos que nós queiramos, assim diz a escritura”
“Não podem, pois eles se organizam, mas não de forma zipzapiana”
“E se os atraíssemos, ó senhora do Caos”
“Talvez”
Por horas, ela meditou nas palavras obscenas proferidas por Éris, e por fim passou aos outro 13. Os 14, por fim, criaram um Hub Zipzapiano em ode ao Bolsonaro, e então o jogaram na rede caótica de bits e bytes.
No começo só havia Caos. 14 pessoas, o vácuo digital. Então disseram: “Vinde a mim, ó filhos da miséria mental”.
E então veio a ordem destrutiva. Memays em prol, glórias a deus, equiparações com Jesus Cristo de Nazaré. Mas como sabemos, imposição de ordem, gera uma escalação de Caos, e que assim seja até o fim dos tempos. Aos poucos, ESQUERDISTAS PÓS-MODERNOS surgiram e começaram a simular estereótipos de Bolsonaristas. Os 14, que muito bem formados das escolas do pensamento erisiano, em nada ali acreditaram, mas em pleno gozo e felicidade infantil eles riram.
Ocasionalmente, quando o grupo deixava de ser ativo e a zoeira da esquerda parava, e a fé implacável da direita era nula, um ou mais dos quatorze jogavam uma lenha na fogueira, e então se recostavam com seus marshmallows para assistir ela queimar e queimar como as chamas de um templo ancião – saído de algum RPG que não entende como o fogo funciona e deixa tudo aceso em tumbas com 500 anos de vida.
Mas assim como é dito que imposição de ordem escala o Kaos, com a escalação do Kaos, se impõe ordem, e assim exigiram os bolsonarista. Para não quebrar o disfarce e prolongar o fnord, assim fizeram os 14.
Após se aquecerem e de muito comerem marshmallow, os 14 estavam cansados daquela fogueira, cheia de ordem destrutiva, e por fim aplicaram Caos Construtivo, anunciaram que aquilo era um Fnord, e ao contrário do que os Bolsonaristas pensavam, Bolsonaro não era Deus, e ao contrário do que os Esquerdistas pensavam, os Bolsonarista não eram maus, só eram burros, pois ninguém escolhe o mal por ser o mal, mas sim por confundi-lo com a felicidade, que é o que buscam. Então, eles removeram todos os Bolsonaristas, todos esquerdistas e a eles mesmos… Só que eles deixaram o link zipzapiano aberto, e agora o hub zipzapiano pró-bolsonaro tem vida própria e é de fato um grupo pró-bolsonaro, e não uma bait discordiana.
Como dizem por aí: Shit happens ¯\_(ツ)_/¯

open login / reality glitch hack manifesto — by ÐŲMп委 ال — DaðŲ Miners психический 工人委 – remixed by Timoteo Pinto

Individuals are encouraged and controlled into limiting their responses more and more through social media — limiting their circles of influence and friendships — by hardening character armour and becoming cliches, shallow and representations of themselves. In other words social media
encourages individuals to close their minds.

The multiple user name / open login project is designed to do this:

Firstly we intervene on the General Intellect: by sharing identities we disrupt the surveillance of social media. tagging ourselves as Tae Ateh, Timóteo Pinto, TimóTae Pinteh, Paz Sword (or other shared identities) we disrupt the facial recognition algorithms used to identify us. Using a login shared also disrupts the algorithms used to predict and influence behaviour both online and offline.

Secondly we manifest as the Human Species Being: by sharing our production we, as workers, become able to empathise more with each other. By sharing identity we can take on each others manners, habits, intimate thoughts and therefore transcend as well as share our own.

Thirdly we can identify more with non-human workers — namely the internet and technology that we are using and is being used to use us. Data moshing and data bending is like the chaos acting on the perfektion of the computers.

Since identities are Binaries and Hex codes, that put together makes reality. Or at least a digital version of it. The spectacle. The idea of moving some binaries some 1s and 0s from one place do another, in order to glitch identity and making it look chaotic, is like a Golden Apple from modernity.

The following accounts use various different open names — including Tae Ateh. We choose Tae Ateh because it is non gender or nation specific.

This document is written by REproductiVe wOrkers and Lovers indUsTrIal uniON (REVOLUTION) — a one-person organisation with only one member: Tae Ateh — a Multiple-User name begun in Belarus by the Asemic International but spread to Brazil, England and beyond.

Contact me:

dx antisystemic.org
00 44 (0) 7947 734 736
CLASS, Arjuna, 12 Mill Road, Cambridge CB1 2AD

OPEN LOGINS/ MULTIPLE USE NAMES:>>>>>>

mail.com email address
========================

email: taeateh [A] asia.com
password: DesaKalaPatra

gmail / youtube/ blogger
========================

Email post religious.com
Password unionBastards

vk.com
======

post [A] religious.com
password: obshchina#

dx [A] antisystemic.org
ddddxxxx

facebook
========

Email post religious.com
Password trans/post/a-

Email therealkareneliot gmail.com
Password karen❤eliot

email anne.utz fiktion2–0.de
Passwort: Ina4b,4iwIn!

Email charlesjurgis gmail.com
Password manifesto12

Email xasimx yahoo.com
Password qweeer000

soundcloud
===========

Email dx antisystemic.org
Password ddddxxxx

Email inqalab antisystemic.org
Password 1nqalab

porn sites
===========

pornhub.com, redtube.com, youporn.com

uesername: taeateh
password: ta3ta3ta3

archive.org
===========
taeateh [A] tutanota.com
password: dashloss

نحن أنا تاي عطوة. تصبح تاي عطوة

ताए आहताए
泰一啊泰
тая атэх
تهئ عتهئ
タイあタイ

すべてを すべてを すべてを

生産的労働者
生産労働者があります
精神的な労働者
破壊的な労働者
死んだ労働者
非生産労働者
家の労働者

إلى جميع إلى جميع إلى جميع

العمال المنتجين
هم العمال المنتجين
عمال نفسية
عمال المدمر
عمال ميت
العمال غير منتجة
العمالة المنزلية

所有 所有 所有

生产工人
是生产工人
心理工作者
破坏性工人
工人死亡
非生产工人
家务

सभी को सभी को सभी को

उत्पादक श्रमिकों
उत्पादक श्रमिकों हैं
मानसिक कार्यकर्ताओं
विनाशकारी कार्यकर्ताओं
मृत श्रमिकों
गैर उत्पादक श्रमिकों
घर श्रमिकों

ВСЕ ВСЕ ВСЕ

продуктивные рабочие
являются продуктивные работники
психические работники
деструктивные работников
непроизводственных работников
работники дома

عرس مبارک

देश काल पत्र

الكثرة
الوحدة

internet memes, détournement, plagiarism
الميمات الإنترنت ،اختلاس, الانتحال
網絡迷因,挪用,剽竊
Интернет мемы, хищение,присвоение, плагиат

общи́на

黑色镜面折射出黑色太阳
未来如黑曜石,黑色镜面折射出黑色太阳

في الأسبوع الماضي، أقرّت المحكمة في البحرين الاحكام على قادة النقابات العمالية،
وحكمت على تهئ عتهئ و تهئ عتهئ بالسجن لمدة خمس سنوات و ستة أشهر على التوالي.

그 리고 또한 우주에서 자본가 계급과 하층 사회의 : 클래스에서 가능한 단 2 아이덴티티가있는 경우 동쪽이나 북쪽과 남쪽.에게 또한 시간 : 과거와 미래. 이미 당신은 공간, 시간이 텍스트의 클래스의 확장을 목격하고 있습니다. 나는 쓴 당신은 읽어보십시오. 하지만 우리는 공간, 시간과 수업에서의 확장의 일부 있습니다 — 그것을 선행과 공간 시간과 수업 시간에 컴퓨터 등을 생산 노동자가 있습니다. 우리가 이후에 읽어 않으며 다른 공간, 시간과 수업 시간에 올 사람 근로자가 있습니다.

泰一啊泰 是名字有可能是西方或东方,因為一個名字的 泰一啊泰 不會出現特定語言的優勢。我們都知道,在這種方式中,它優於以往任何多重身份的。

اللقب تهئ عتهئ له ميزة واحدة التي قد تنتمي إما إلى أوروبا أو أفريقيا على
اللقب تهئ عتهئ له ميزة واحدة التي قد تنتمي إما إلى أوروبا أو أفريقيا، منذ أن تهئ عتهئ كاسم الأول لا يبدو أن لغة معينة. وبهذه الطريقة فإنه متفوقة على أي هوية متعددة السابقة ونحن على علم.
تهئ عتهئ هو الاسم الذي يشير إلى إنسان فرد الذي يمكن أن يكون أي شخص. يتم إصلاح الاسم والشعب استخدامه ليسوا كذلك.

इश्क़, दिलकशी, उन्स, मोहब्बत, अक़ीदत, इबादत, जूनून, मौत

生育工作,心理工作的,破坏性的工作 超图,心理,心理学,地理学, 造影,间图表,超,图形,元 图形 现场 造影 假 逻辑 脑病 舍米 情况 合一,多种 空间,时间,类 reproductive work, psychic work, destructive work hypergraph psycho geography graphy meta graph hyper graph meta graph situation situ graphic pathical logical phonical chemical linguary oneness multitude space time class العمل الإنجابي العمل نفسية العمل المدمر الخط الطبيعي مريض نفساني جغرافي الرسم البياني ميتا فرط رسم بياني ميتا رسم بياني الموقع بياني كاذب منطق الم كيميائي حالة وحدانية كثرة الفضاء مرة الفصل репродуктивного работа, психическая работа, работа разрушительная гиперграф психо география графия мета график гипер график мета график ситуация Ситу графический логический химическая единство множество Время класс пространство internet memes, détournement, plagiarism الميمات الإنترنت ،اختلاس, الانتحال 網絡迷因,挪用,剽竊 Интернет мемы, хищение,присвоение, плагиат

ताए आहताए
泰一啊泰
тая атэх
تهئ عتهئ
タイあタイ

Source: open login / reality glitch hack manifesto — by ÐŲMп委 ال — DaðŲ Miners психический 工人委 – remixed by Timoteo Pinto

Eu? Confuso? Confuso? Eu?

Como Fodeísta, todos sabem que eu tenho um apelo para a estação da confusão, e que Syadasti é um dos grandes mentores de nossa ordem. Então devo começar esse texto, lembro as pessoas que o ensinamento de Syadasti não se limita ao seu nome, como afirmou erroneamente o RAW, que afirmou que os verdadeiros mestres deveriam ter sido seus pais.

Nesse meu último estudo do PD eu me foquei em estudar a Confusão, e nesse estudo, acabei por encontrar duas evidências de que RAW estava errado, de que Syadasti deixara outros ensinamentos, além de seu nome, pretendo abordar o nome mais pra frente. Começa na página 00009: Éris se apresenta a Omar e a Mal-2, após o delírio coletivo deles na pista de boliche. Ela explica para eles o significado do Cao Sagrado, e então diz: “Tenham atenção as palavras de Syadasti: É um vento doente, aquele não explode nenhuma mente”. Tendo duplo sentido em inglês e em indiano (eu acho). TIS AN ILL WIND THAT BLOWS

NO MINDS” – Blows, aqui, pode ser interpretado como golpe. Eu sei, eu sei, hoje em dia tudo é golpe, mas me deixa explicar, ok? A ideia de Mindfucks foderem mentes tem total relação com soprar/golpear uma mente. Não posso afirmar agora, mas Blow pode significar explodir também, não? Se sim, fica mais fácil de visualizar um mindfuck nesse sentido, do que com golpear. Mas a ideia é: Em um mindfuck, você se torna um vento. E é um vento doente, aquele que não sopra nenhuma mente no processo.

sri
Apóstolo Sri Syadasti

O outro ensinamento de Syadasti, se encontra na página 00059, a página do Cântico que Mal-2 escreveu para ele. Ali se é colocado uma foto do apóstolo, com uma citação ao lado, dando a entender que fora ele que escreveu/disse. Nessa citação lê-se: “Há serenidade no Caos. Procura o olho do furacão”. E eu não tenho noção do que isso signifique, primeiro porque eu nunca vi um furacão ou como é um olho de furacão, segundo porque eu não dediquei tempo algum para pesquisar o olho do furacão, e terceiro porque eu não parei para meditar nessa frase, diferentemente da primeira. Então fica aí pra galera me dizer o que isso remete a eles. Se o Santos Jo estivesse entre nós ele colocaria uma citação sobre da edição comentada dele por ele mesmo.

Partindo de minha teoria com o Dark Night, de que nenhum nome é dado de forma espontânea, pois ele tem um significado em seu subconsciente e no inconsciente coletivo, e que seu nome te define na primeira parte de sua vida, – aquela parte da vida antes de você ser totalmente corrompido pela sociedade, sabe? Nem eu – o nome de Syadasti o define bastante. Sendo seu nome: Sri Syadasti Syadavaktavya Syadasti Syannasti Syadasti Cavaktavyasca Syadasti Syannasti Syadavatavyasca Syadasti Syannasti Syadavaktavyasca. Que significa: Todas as afirmações são verdadeiras em algum sentido, falsas em algum sentido, irrelevantes em algum sentido, verdadeiras e falsas em algum sentido, verdadeiras e irrelevantes em algum sentido, falsas e irrelevantes em algum sentido e verdadeiras e falsas e irrelevantes em algum sentido. O que deixa evidente, de que nomes são escolhidos pelo subconsciente e te definem – em algum sentido – Até porque, nada mais justo para o patrono da confusão, que um nome demonstra o relativismo moral da sociedade, que é uma das filosofias que gera maior confusão em nossa sociedade.

“Não existe tirania no estado da Confusão”, Éris uma vez disse aos dois KSCs que escreveram o PD. E talvez esse seja o apelo na Confusão, todos são iguais perante ao Caos, e o que seria a Confusão, se não uma forma de Caos? Mas temos que nos mantermos cientes, de que a Confusão, por simples Confusão, nos leva à Burocracia, para atingirmos o estado pleno de Confusão, temos que entender, compreender, e simplesmente viver a Confusão. Em um estado de Confusão, não se organiza, se convive. Se não existir convivência e respeito mútuo na Confusão, ocorre uma divisão – seja ela qual for – o que gera Burocracia, e ninguém merece burocracia, né, convenhamos.

Segundo o Livro do Útero, no capítulo 5, versículo 5, [parafraseando] ‘a Confusão é onde a história como conhecemos começa a se desdobrar em qual seja-lá-o-que-está-por-vir toma forma, mais ou menos’. E isso ‘São Eras de Desequilíbrio Equilibrado ou Equilíbrio Desequilibrado”. Considero isso auto-explicativo. E enquanto eu escrevo esse texto, aparentemente está ocorrendo um golpe de estado na Turquia, e esse trecho do Livro do Útero consegue simbolizar bastante o que está ocorrendo por lá. Isso ocorrer no Confufluxo é um tanto quanto… irônico. Para não dizer poderoso.

Quando Mal-2 e Lord Omar tiveram o delírio coletivo na pista de boliche, eles passaram os dias subsequentes tentando entender o Cao, e em um dos diálogos, Mal-2 se vira para Omar e diz: “Caos e conflito são as raízes de toda confusão”. Talvez seja uma das minhas definições favoritas de Confusão. Toda confusão é gerada a partir de alguma discórdia (conflito), seja essa confusão uma dúvida, ou uma treta. Abençoados somos nós, brasileiros, que temos múltiplos sentidos para confusão, o que nos abrange e ajuda a expandir nossa mente. Confusão como Dúvida, é talvez o sentido comum, atribuído pelos mestres. Mas Confusão como Treta, talvez seja o sentido mais único, e muitas vezes mais abrangente, e geralmente é o que mais ocorre. A saída de Dilma na presidência temporariamente ocorreu na transição da Discórdia para a Confusão. As medidas de débil mental do filho da puta do Temer, ocorreram na confusão. E a decisão final se a Dilma-sai-ou-Dilma-fica serão decididas na Burocracia. Mas isso é assunto para outro texto, certo? Temos 23 dias de felicidade, antes da chegada da Burocracia! Então aproveitem, GalÉris, e lembrem-se, se vocês não estão confusos sobre o rumo político do país, sobre o que está acontecendo no mundo, ou sobre o que de fato significa ser um discordiano, então algo está errado!

–><–

Escrito por Alto Sacerdote Andreas Victorious Molotov Diasssss, Seita Engraçadista, escrito em Constantinopla, Nova República Bizantina. 50 da Confusão de 3182 YOLD.

Perceba Ivair, a petulância do discordiano

Também conhecido como “Como o Dias ficou puto para caralho com a burrice de outros discordianos”.

tumblr_ne4k5gVNHA1rljgjjo1_1280
Eu não ia escrever nada, mas o bagulho agora vai ficar estranho.

Eu não iria escrever nada sobre o assunto, sabe como é? Porque se eu escrevesse qualquer merda, iriam (e vão) me chamar de ideologista. Mas como já escreveram um texto – escroto para caralho – e totalmente ideologista se disfarçando de não ideologista, vejam isso como uma resposta.

Fui acusado, por um (pseudo) discordiano, de usar o discordianismo para fins meramente políticos. E enquanto eu nunca escondi minhas preferências políticas e inclinações anárquicas, eu nunca forcei isso em cima de ninguém. E se perguntarem a qualquer uma de minhas amigas, ou amigos anarquistas, perceberão que é exatamente ao contrário: Eu sempre usei o anarquismo para promover o discordianismo.

O texto todo foi justificado, porque alinhar à esquerda, ou à direita é estúpido – quiçá centralizar.

Por que socialismo?

Roubo esse subtítulo de um texto escrito por Einstein, acerca do socialismo, para também incitar um debate maior entre nosso círculo. Usarei textos e artigos de fontes confiáveis, não algum vídeo idiota do youtube, com uma montagem de imagens no Windows movie maker, que traz informações um tanto quanto duvidosas. E me sinto compelido a falar – uma última vez – acerca do socialismo num geral. Primeiro porque, apesar de eu apresentar as ideias acerca do socialismo – e por consequência o comunismo – as mesmas estupidezes são repetidas, mais e mais. Eu tenho meus próprios grilos com o comunismo e com o socialismo num geral – merda, tenho até meus grilos com o anarquismo! – e irei apresenta-los nesse texto também, porque percebo que eu me abstendo de mostrar meus pontos de vista, é fácil alguém apontar e me taxar de qualquer outra coisa que eu não sou.

sKwxWFl
Não compreende o capitalismo? Nos culpe em vídeos do youtube feitos no moviemaker.

Não devemos confundir Socialismo com Comunismo. Exista, talvez, essa confusão porque muitos socialistas utilizam da obra de Marx em seus estudos. O que não é de todo ruim, diga-se de passagem, mas que sempre cai na mesmice. Simplificando: Comunismo é uma forma de socialismo. Socialismo Científico, como foi chamado por um de seus fundadores Marx. Científico, pelo fato de se basear em dados empíricos e fazer uma análise materialista acerca da nossa sociedade e de sua história. Chamando assim os outros socialistas de utópicos – que desagradável, Marx!

A teoria Marxista, resumindo, se resume em descentralizar os meios de produção e colocar o poder de decisão nas mãos dos trabalhadores. Uma fábrica sem patrão, basicamente. Quem dizer que nunca pensou em chutar a bunda do próprio chefe, estaria mentindo. O Socialismo, nesse sentido, vai além de simplesmente pensar: Ele apresenta todo um método de como os trabalhadores podem se organizar, e trabalharem sem serem subjugados.

“Estou convencido de que há somente uma forma de eliminar estes graves malefícios: através do estabelecimento de uma economia socialista, acompanhada por um sistema educacional que seja orientado para fins sociais. Em tal economia, os meios de produção são propriedade da própria sociedade e utilizados de maneira planejada. Uma economia planejada, que ajuste a produção às necessidades da comunidade, distribuiria o trabalho entre todos aptos a trabalhar e garantiria os meios de vida a todos, homem, mulher e criança. A educação do indivíduo, além de promover suas próprias habilidades inatas, intentaria desenvolver em um sentido de responsabilidade por seu próximo, em lugar da glorificação do poder e do êxito em nossa sociedade atual” – Albert Einstein.

Contextualizando essa citação do Einstein – para não só parecer que eu removi de contexto – ele traz uma análise da economia capitalista, e como ela causava sofrimento para uma massa de indivíduos, enquanto poucos indivíduos vivem bem (seja ele Estado ou Capital). Recomendo a leitura do texto do Einstein.

O Socialismo é comumente divido – embora haja divergências – entre estadistas e não-estadistas. Mas nenhum socialismo se resume a Estado. O Estado, para os socialistas estadistas, é meramente um instrumento para descentralizar os meios de produção, e após atingirmos o socialismo – teoricamente falando – o Estado sumiria. Já os anarquistas e outros socialistas não-estadistas, reconhecem que a utilização do estado subjuga o indivíduo, não resolvendo o problema. O Estado, no caso dos Estadistas, é um meio para atingir o fim (fins justificam os meios, na lógica maquiavélica). Para os não-estadistas, os meios são os próprios fins. O que isso quer dizer, você se pergunta? Ao invés de o Estado assumir os meios e depois passar esse domínio aos trabalhadores, os trabalhadores vão lá e assumem o poder, sem depender de ninguém.

2en5YqN
Sobre Socialistas Estadistas (clique pra ampliar)

Os Estadistas têm diversas táticas para assumir o poder. Um comunista, por exemplo, nunca assumiria o poder do Estado ganhando uma eleição. Quem ganha eleição é socialdemocrata. E por mais que o PCdoB, se diga comunista, eles nunca serão comunistas fazendo o mesmo jogo da ordem burguesa e alimentando a máquina – tanto estatal quanto capital. Um comunista pega em armas e assume o poder. A infame – e mal compreendida – dita dura do proletariado. Proletariado somos todos nós, que não temos meios de produção. Não somos donos de fábricas, de TVs, ou grandes redes de supermercados. A nossa dita dura é o Estado transitório do qual falei anteriormente, a grosso modo. O meu grilo com a dita dura do proletariado, é que para descentralizar o poder, ela centraliza em uma vanguarda primeiro, até poder garantir que a burguesia não vá desmoralizar o movimento. Isso nós mesmo façamos, é o povo pelo povo, não o Estado pelo povo. Já os Estadistas que jogam pela ordem burguesa, é de se esperar que com o impeachment eles vejam que não se joga pelas regras da burguesia, porque as mesmas empresas e bancos que foram favorecidas pela socialdemocracia petista, cuspiram de volta e estão depondo a presidente do poder. Mais do que justo, devo dizer, para aprender que socialismo se faz com armas e com poder ao povo, e não favorecendo a burguesia.

Com essas explicações na cabeça, vem a hora de eu responder à pergunta do subtítulo: Porque socialismo? Pelo fim do Caracinza, seus seguidores e sua maldição! No ano de 0 YOLD, o Caracinza decidiu que todos deveriam ser chatos e sem humor, como ele era. Ora essa, que pretencioso, não é mesmo? E qual é a Ordem mundial atualmente? Ponto para aquele que disse Democracia Burguesa e imperialismo mercadológico! Se você perceber, o Estado e o Capital são constituídos por seguidores do Caracinza: caras engravatados, que passam o dia reclamando e falando sobre contas e impostos e ganhar dinheiro. Ou que passam o dia todo votando algumas leis para impor sobre nós, espíritos livres – ou as vezes nem vão votar, como é o caso do Bolsonaro.

A Maldição do Caracinza divide o mundo entre Ordem e Desordem. Desordem, no seu sentido político, é a subversão da Ordem atual. Os anarquistas, nesse sentido, buscam a subversão da ordem, buscam a desordem, o caos. A POEE, que a Deusa os tenha, propôs um novo modelo para subverter a maldição do Caracinza, que dividiria ordem e desordem em duas categorias: Destrutiva e Criativa. Nesse contexto, a Ordem destrutiva seria o capitalismo, como é hoje, o antro de caracinzas. A Ordem criativa seria quando um caracinza coloca um sorriso na cara, e finge não ser um caracinza, como a Economia compartilhada – que é defendida tanto pela esquerda, quanto pela direita, mas que tem um monte de grilos sim. A Desordem Destrutiva, seriam os socialistas estadistas, que iriam repetir o mais do mesmo com o Estado – a caracinzação do movimento socialista, se você me perguntar. E a Desordem Criativa, seriam os anarquistas e socialistas libertários, que buscam uma maneira divertida – tipo pegar em armas e matar a burguesia e os políticos, a violência é divertida, qualé! – subverter a ordem social e econômica, e acabar com o caracinzismo!

200px-Jair_Bolsonaro
Não é só porque um caracinza sorri, que ele deixa de ser um caracinza!

Aquele artigo postado na tudismocroned, foi desonesto, mas para não ser tão cruel, vou fingir que foi apenas inocente, e foi escrito por um cara que tem aproximadamente a minha idade, mas que nunca foi ativo – ou pensou em ser – politicamente antes de 2013, e que após de dois mil e treze, apenas viu alguns vídeos idiotas no youtube, ou leu umas bostas sem fundamento do Olavo de Carvalho, e tomou aquilo como verdade absoluta para ele. A VIDA É ABSURDA, CAMARADA!

Acho bem bosta quando me chama de ideologista. Primeiro porque eu já fui de tudo – até mesmo “anarco”-capitalista! – e eu sempre busco entender melhor um ponto de vista, antes de qualquer coisa. Motivo número um, pelo qual sempre que me envolvem em uma treta da qual não tenho domínio, eu geralmente me esquivo, leio sobre o assunto e tiro as minhas próprias conclusões baseadas no que eu estudei. Mas quem sou eu para mudar a realidade de alguém, não é mesmo? Se elx prefere acreditar que eu sou um ideologista, então eu sou um ideologista.

Pelo fim do dogmatismo discordiano

A vida é irônica, não é mesmo? O discordianismo foi feito para ser uma religião que zoasse outras religiões e zoasse a dogmatização delas. O Discordianismo traz ensinamentos budistas, de uma forma libertária, sem uma autoridade ou dogma. O que é bom, todos nós concordamos com isso. O problema é quando esse anti-dogmatismo vira dogma. Mas não é um dogma contra um dogma – o que seria um dilema um tanto quanto engraçado – mas sim um dogma onde o discordianismo se tornou apenas ha-ha. Todas as críticas sociais e toda a filosofia absurdista, que relativiza a moralidade, se tornou apenas ha-ha. Ora essa, sigam esse conselho:

principiahahah
Página 00075, Principia Discordia

De tempos em tempos, eu olho os textos discordianos e fico “mano, que merda, não estou entendo mais nada”, e após ler o PD novamente – numa cagada – tudo volta ao normal e tudo faz – mais – sentido. Não é uma imposição, onde você tem que ler o PD sempre para ser discordiano, é uma recomendação, para que não se caia em uma punhetice glorificando o poder – conceito caracinza – ou um seguidor do caracinza por si só!

E veja: não estou – em nenhum momento – criticando a SFD por aderir novos conceitos ao discordianismo, longe disso. Incentivo e muito a inclusão de novos conceitos, você pode ver isso no manifesto da F.O.D.A.-S.E., e por mais que o fato dos annunakis serem um conceito bem bosta, onde eles controlam tudo – e controle ser coisa de Caracinza – não tem problema algum. Mesmo que a SFD confunda – diversas vezes, aliás – os discordianos com os illuminatis da Bavária. RAW uma vez disse que a inclusão dos illuminatis da Bavária foi feita para serem os inimigos dos discordianos. A questão é: De que lado está a SFD? No estado atual, não do meu lado, isso é com toda certeza.

E eu não quero que vocês, sejam anarquistas ou discordianos, se tornem discordianos e anarquista (respectivamente). É uma mistura interessante, alguns conceitos se batem, mas outros caem perfeitamente. Mas dá muito bem para viver sem um ou outro, da mesma forma que dá para viver sem Caos Magick ou qualquer outro tipo de ocultismo, sem ser discordiano. Nós queremos é dar risada do Caracinza e seus seguidores, mas sem cair no discordianismo há-há!

Eu quero que vocês fiquem loucos, que fiquem pirados, que vocês olhem as injustiças e a coerção no mundo e veja que ali reside a ordem, e que nós temos que trazer o caos para sociedade. Eu não quero você adote uma ideologia política, eu não quero que você vire

large
Caos é só o começo!

ativista, eu não quero que você distribua comida aos pobres, – embora isso seja bem legal da sua parte – eu não quero que você que você pegue em armas e destrua a máquina. Eu quero que você entenda que a Máquina é obra do Caracinza, e que ela subjuga, fere e transforma outros em caracinzas. Eu quero que isso te deixe louco, te deixe puto, te deixe cagando na própria calça de raiva. Eu. Quero. Que. Você. Traga. O. Caos.

Finalizando

Quando trabalhamos com o discordianismo, nós trabalhamos com a liberdade. Não vivemos num mundo livre, nem espiritual, nem materialmente falando. Informação tem para dar com pau, você pega, você lê, você interpreta. Tanto se fala nas grades, mas ficamos presos a elas e tentando comparar umas com as outras – eu faço isso também – o problema é você ficar agarrado a uma grade, sem ao menos ver a outra grade sozinha. Ver uma grade pela outra é ridícula. Que leiam a oposição, que leia o seu lado, e tomem as decisões, mas não leia o seu lado falando sobre a oposição, é a pior merda que você pode fazer. Ainda mais quando são vídeos do youtube que são montagens feito no movie maker. POR ÉRIS, COMO ALGUÉM CONSEGUE LEVAR A SÉRIO UMA MONTAGEM NO MOVIE MAKER?!

Relativizem mais, abaixo aos torturadores, abaixo a toda ordem, abaixo ao Estado, abaixo ao Capital, abaixo ao Caracinza e seus seguidores.

Leitura CRUA (recomendado, ein)

Caos (Ou o Fluxo dele)

11046824_916608605028487_822975051914214372_n

Tava no fluxo, avistei a Discórdia no grau, sabe o que ela quer? Caos, caos, caos ela quer caos. Faz 50 dias, desde que entramos em um pleno estado de caos, e faltam apenas 23 dias para entrarmos na estação da Discórdia. 23 dias antes do fim da estação, ela tem o seu fluxo.

O que é o Caos? – Vou cometer uma das maiores cagadas da humanidade, que é tentar definir um Deus – O Caos, foi/é/será um deus grego, e seu nome vem da palavra χάος, que significa vazio, ou amplo; e embora sejam dois significados distintos, ajuda a compreender o significado ambíguo adquirido à figura. O Caos é Primordial. O Caos nunca morreu.

O Caos é a Janela, e nós olhamos por ela por meio de grades. E por hoje ser o fluxo do Caos, tenho dó daqueles que se agarrarem a uma única janela. Nesse sentido, o Caos pode ser um grande fluxo de informação, os burocratas vão tremer.

Olho aqui pela minha janela (j em minúsculo, refiro-me à janela do meu quarto), e vejo o céu. A forma com a qual as nuvens têm formas, que se distorcem lentamente, adquirindo novas e novas formas, que nós humanos categorizamos. Algo como “Ei, olha aquela nuvem parece um gato”, “Ei, aquela nuvem parece um pinto”, “Ei, olha aquela nuvem ali, parece a sua mãe se vestindo para ir trabalhar, olha o macacão e as ferramentas dela”, e claro, “Ei! Aquela nuvem ali parece a personificação do abismo cultural da nossa sociedade, que engloba pouco a pouco todos os nossos desejos e sonhos, e nos torna servos do consumo e do capital”, não daria para esquecer desse, não é mesmo? O fato é, olhamos para as nuvens, e vemos coisas que para nós existem um rótulo, uma ideia, uma forma (essas duas últimas, seguindo o conceito platônico). O Caos não está no mundo sensível, o Caos está no mundo das ideias. E da mesma forma como as nuvens, usamos de grades para tentar entender, ou explicar o Caos. O Caos é Amoral.

Poderíamos colocar um milhão de significados e interpretações sobre o Caos, e provavelmente nenhum deles seria próximo do que o Caos é/foi/será. E da mesma maneira, não podemos medir o Caos, o Caos é aleatório, assim como seu fluxo. Pode acontecer muita coisa, e ao mesmo tempo pode acontecer porra nenhuma. Mas dado o que já aconteceu até agora, no começo desse ciclo, é capaz de que algo esteja guardado para hoje. Acima de tudo, o fluxo é como um presságio, um aviso, o fim da estação do Caos, e a chegada da Discórdia. E a escalação do Caos, tratará a imposição de Ordem, como diz o conceito da Escalação Erística.

E nesse momento uma chuva suave começa a cair lá fora pelo menos aqui na minha janela, e eu vejo isso como um sinal de boa sorte. Tempos bons vem aí, sabe como é? É um bom dia para se fazer um chá, e meditar acerca do que o Caos fez até agora, e o quais serão as Discórdias por vir, mesmo que não seja Eyeday, é sempre bom esse exercício. Ainda mais num dia com uma energia caótica tão grande fluindo, é bom para revigorar a vida.

Perguntei a algumas pessoas o que era o Caos, deixarei em uma pequena listinha abaixo, e posso complementar ela, conforme a galera me mande o conceito de caos delas.

  • O Papa William considera que o Caos está para além das noções de ordem humanas, até porque o Caos é a Janela.
  • Papa Laurent diz que o Caos é o que permeia, o que atravessa, o que sustenta, o que não está, o que permanece.
  • Segundo o Papa Lenon, o Caos é um corte de cabelo em forma de campo de tênis transitando em um espaço onde as crianças dão trégua a guerrinha de papelzinho, em um campo de golf usado para jogar bolinha de gude sadomasoquista, com propagandas de polidores de hélice de helicóptero e coopnoodles.
  • O Joseraph lembrou que o Caos é o vilão da quinta temporada de Sailor Moon.

 

Que o Caos reine em todo mundo! Salve Éris! Salve Discórdia!

Papa Anderson Victorious Molotov Dias, o Lunático; Laranja Poente, 50 do Caos de 3182 Anos da Nossa Senhora Discórdia, País dos Lunáticos.

Postado Originalmente no site da Seita Engraçadista.

Demônios da Discórdia

É sabido que os discordianos não acreditam no conceito de céu e inferno, pois todos temos noção que nenhum ser etéreo – não confundir com hétero – aturaria os humanos, em toda nossa insignificante arrogância. O mesmo vale para os demônios, uma vez que preferimos não nos posicionar no aspecto moral cristão. Todos seres imortais são deuses e demônios e nada, simultaneamente, em suas complexas existências aos olhos mortais. Citarei alguns sub-deuses discordianos, que se prendem em nosso subconsciente e nos espantam.

Sheogorath, o príncipe daedra da loucura, já se colocou em diversas confusões com o Wabbajack, desde colocar esse cajado no pau de Jesus-Sorridente – o que o ajudou a conceber milagres por excitação, literalmente – até beber sangue com a galinha ferdinanda.

Temos também o Sanguine, príncipe Daedra do deboche e da zombaria. O tipo de cara que você encontra em um bar, e ele te desafia numa competição de quem bebe mais, e quando você se dá conta, você se casou com uma cabra.

Se você já acordou de ressaca um dia na vida, além da boca seca e o murmurar dos seus ancestrais lhe amaldiçoando, você teve ter percebido um gosto horrível na boca, não? Pois é, isso é obra do sub-deus punitivista conhecido como Bafomhé, o demônio da Saúde. Você não tem cuidado com a própria saúde? Se prepare para receber uma visita dele. Vai te dar um bafo filha da puta, que nem o Santos Jo vai querer te beijar. Boatos que o bafo é a consequência de ele gozar dentro da sua boca, mas só boatos.

Astro mia sim. Miau! A estrela da manhã: Lucifer Sam, um gato siamês, ele sempre fica ao seu lado, seeeeeeeempre ao seu lado (8). Para quem curte gatos, esse sub-deus é um amor. Longe de mim, por favor.

Você gosta de jogar dominó? Não, é claro que não. Ninguém gosta de jogar dominó! Sabe aqueles velhos que ficam na praça jogando dominó o dia todo? Eles também não gostam de jogar dominó, mas eles são escravos do Sub-deus Dohminor. Você gosta de jogar MMO ou qualquer jogo online? Seu futuro é jogar dominó na praça. Fun Fact (1): Beethoven foi escravo de Dohminor desde pequeno, pois sempre dedicou sua infância aos jogos eletrônicos, e quando ele inventou a música, ele dedicou uma nota a ele: Dó Menor. Fun Fact (2): A palavra dominar foi cunhada por Mal-1, baseado no ato de escravatura desse demônio.

Sabe porque uma das cores predominantes na palheta de cores do design da Barbie é o Rosa? Por conta do demônio Freudigid Pink. É, a verdade choca, né? Ele criou essa cor no evento histórico que ficou conhecido como “Tratado de Atlântida”, onde todos os deuses e subdeuses se reuniram com as pessoas que moravam em Atlântida e os sumérios, e pintaram o mundo com canetinhas. Um Sub-Deus muito glorificado no começo do discordianismo, na década de 60, por bandas discordianas como Pink Freud e Freudigid Pink. Nota: Não confundir com Pink Floyd e Frigid Pink.

Já ouviram falar de Stan? Os cristãos que são iletrados o chamaram de Satan. Ele foi o inimigo de todos reis, e os chamava de repolhos diante de seus súditos. Dizem que foi aprendiz de Zarathud, e o presenciou desafiar o Cao Sagrado, e daí herdou a mania horrível de chamar os adversários de repolho. Boatos dizem que todos presidentes eleitos do mundo são escolhidos previamente por ele. Stan dá ordem e os comanda, para que eles façam o que ele bem entender, comando assim o mundo e a economia. As guerras? Todas de fachada para a diversão de Stan.

Eu provavelmente devo ter deixado alguns sub-deuses/demônios de fora, e vocês podem muito bem me corrigir e me lembrar de outros sub-deuses/demônios. Quem sabe assim a gente escreve um livro de demonologia discordiana?

 

–><–

Postado original aqui.

Seu Bobalhão

Nós somos muito bobos, como dizem volta e meia. O problema é quando isso vem de pessoas, que deveriam entender o lado Trickster da coisa, não por obrigação, mas por sabedoria. Afinal, isto está escrito no ‘P.D.’, mas nunca é demais relembrar: Não confunda nossas piadas com entretenimento. Elas servem para expor o nosso ridículo, afim de atingir uma desconstrução do indivíduo para, por fim, ele acender a lanterninha interior e atingir a iluminação. Não sejamos pretenciosos, não se atinge a iluminação do dia para a noite. Só colocamos querosene no lampião, quando estamos quase no escuro. Assim como é sempre mais escuro antes do amanhecer. Uma lanterna acesa de dia, só serve para encontrar pessoas honestas, como diria o São Dio.

Por que tem uma chave nas minhas costas, Nancy? Olha, não importa. O fato é que existem sim pessoas que não querem nada com nada no nosso, que estão confusas com nosso movimento. E eu não as culpo, assim como não culpo nenhum de nós, está em nossa matriz, e é um de nossos pilares: a confusão! Assim como nós vivemos nesse ciclo infinito, as pessoas que olham nosso movimento se veem presas nesse ciclo também. Isso é um padrão que é observado em toda sociedade moderna, e relatado no ‘P.D.’. Essas pessoas podem estar confusas agora, mas logo vem a burocracia, e elas se prendem em um estudo mais profundo do movimento, o que as leva as consequências e, por fim, ao caos. Bobo é quem pensa não estar condicionado a esse ciclo.

Existem muitas pessoas que reclamam do Shitposting e trollagem no movimento, sem perceber que esse é o Dadaísmo Moderno. Dada é a vanguarda do shitposting. Ou, ou! Cuidado com esse machado, Eugênio! Onde eu tava? Ah, dadaísmo moderno, sim. É feio, bizarro, ninguém entende, aberto pra múltiplas interpretações, mas todo mundo curte. Ficar cagando regra, para dizer quem faz ou não parte do movimento é a coisa mais ridícula que existe, pois é ser protofascista, em um movimento que questiona toda forma de autoridade. É tipo julgar fetiche alheio – como uma vez eu fiz com o Victor da F.O.D.A.-S.E. de Santos, malz aí, chapa. – É afirmar que existe uma forma exata e correta de agir, num movimento que preza pelo relativismo moral e múltiplas verdades.

Parem com essa putaria de mandar nos outros, vai fazer papel de bobo assim! Coma seus vegetais, use drogas só de vez em quando, lave bem as mãos antes de danças, e vai tomar no seu cu, por ser uma pessoa filha da puta, que interpreta o ‘P.D.’ como a Igreja Católica interpreta o ‘P.D.’ cristão – a tal da bíblia.

Salve Éris, Salve Discórdia

Sumo-Sacerdote Anderson Victorious Molotov Dias, o lunático

Fonte: https://seitaengracadista.wordpress.com/2015/12/27/seu-bobalhao/