Eu? Confuso? Confuso? Eu?

Como Fodeísta, todos sabem que eu tenho um apelo para a estação da confusão, e que Syadasti é um dos grandes mentores de nossa ordem. Então devo começar esse texto, lembro as pessoas que o ensinamento de Syadasti não se limita ao seu nome, como afirmou erroneamente o RAW, que afirmou que os verdadeiros mestres deveriam ter sido seus pais.

Nesse meu último estudo do PD eu me foquei em estudar a Confusão, e nesse estudo, acabei por encontrar duas evidências de que RAW estava errado, de que Syadasti deixara outros ensinamentos, além de seu nome, pretendo abordar o nome mais pra frente. Começa na página 00009: Éris se apresenta a Omar e a Mal-2, após o delírio coletivo deles na pista de boliche. Ela explica para eles o significado do Cao Sagrado, e então diz: “Tenham atenção as palavras de Syadasti: É um vento doente, aquele não explode nenhuma mente”. Tendo duplo sentido em inglês e em indiano (eu acho). TIS AN ILL WIND THAT BLOWS

NO MINDS” – Blows, aqui, pode ser interpretado como golpe. Eu sei, eu sei, hoje em dia tudo é golpe, mas me deixa explicar, ok? A ideia de Mindfucks foderem mentes tem total relação com soprar/golpear uma mente. Não posso afirmar agora, mas Blow pode significar explodir também, não? Se sim, fica mais fácil de visualizar um mindfuck nesse sentido, do que com golpear. Mas a ideia é: Em um mindfuck, você se torna um vento. E é um vento doente, aquele que não sopra nenhuma mente no processo.

sri
Apóstolo Sri Syadasti

O outro ensinamento de Syadasti, se encontra na página 00059, a página do Cântico que Mal-2 escreveu para ele. Ali se é colocado uma foto do apóstolo, com uma citação ao lado, dando a entender que fora ele que escreveu/disse. Nessa citação lê-se: “Há serenidade no Caos. Procura o olho do furacão”. E eu não tenho noção do que isso signifique, primeiro porque eu nunca vi um furacão ou como é um olho de furacão, segundo porque eu não dediquei tempo algum para pesquisar o olho do furacão, e terceiro porque eu não parei para meditar nessa frase, diferentemente da primeira. Então fica aí pra galera me dizer o que isso remete a eles. Se o Santos Jo estivesse entre nós ele colocaria uma citação sobre da edição comentada dele por ele mesmo.

Partindo de minha teoria com o Dark Night, de que nenhum nome é dado de forma espontânea, pois ele tem um significado em seu subconsciente e no inconsciente coletivo, e que seu nome te define na primeira parte de sua vida, – aquela parte da vida antes de você ser totalmente corrompido pela sociedade, sabe? Nem eu – o nome de Syadasti o define bastante. Sendo seu nome: Sri Syadasti Syadavaktavya Syadasti Syannasti Syadasti Cavaktavyasca Syadasti Syannasti Syadavatavyasca Syadasti Syannasti Syadavaktavyasca. Que significa: Todas as afirmações são verdadeiras em algum sentido, falsas em algum sentido, irrelevantes em algum sentido, verdadeiras e falsas em algum sentido, verdadeiras e irrelevantes em algum sentido, falsas e irrelevantes em algum sentido e verdadeiras e falsas e irrelevantes em algum sentido. O que deixa evidente, de que nomes são escolhidos pelo subconsciente e te definem – em algum sentido – Até porque, nada mais justo para o patrono da confusão, que um nome demonstra o relativismo moral da sociedade, que é uma das filosofias que gera maior confusão em nossa sociedade.

“Não existe tirania no estado da Confusão”, Éris uma vez disse aos dois KSCs que escreveram o PD. E talvez esse seja o apelo na Confusão, todos são iguais perante ao Caos, e o que seria a Confusão, se não uma forma de Caos? Mas temos que nos mantermos cientes, de que a Confusão, por simples Confusão, nos leva à Burocracia, para atingirmos o estado pleno de Confusão, temos que entender, compreender, e simplesmente viver a Confusão. Em um estado de Confusão, não se organiza, se convive. Se não existir convivência e respeito mútuo na Confusão, ocorre uma divisão – seja ela qual for – o que gera Burocracia, e ninguém merece burocracia, né, convenhamos.

Segundo o Livro do Útero, no capítulo 5, versículo 5, [parafraseando] ‘a Confusão é onde a história como conhecemos começa a se desdobrar em qual seja-lá-o-que-está-por-vir toma forma, mais ou menos’. E isso ‘São Eras de Desequilíbrio Equilibrado ou Equilíbrio Desequilibrado”. Considero isso auto-explicativo. E enquanto eu escrevo esse texto, aparentemente está ocorrendo um golpe de estado na Turquia, e esse trecho do Livro do Útero consegue simbolizar bastante o que está ocorrendo por lá. Isso ocorrer no Confufluxo é um tanto quanto… irônico. Para não dizer poderoso.

Quando Mal-2 e Lord Omar tiveram o delírio coletivo na pista de boliche, eles passaram os dias subsequentes tentando entender o Cao, e em um dos diálogos, Mal-2 se vira para Omar e diz: “Caos e conflito são as raízes de toda confusão”. Talvez seja uma das minhas definições favoritas de Confusão. Toda confusão é gerada a partir de alguma discórdia (conflito), seja essa confusão uma dúvida, ou uma treta. Abençoados somos nós, brasileiros, que temos múltiplos sentidos para confusão, o que nos abrange e ajuda a expandir nossa mente. Confusão como Dúvida, é talvez o sentido comum, atribuído pelos mestres. Mas Confusão como Treta, talvez seja o sentido mais único, e muitas vezes mais abrangente, e geralmente é o que mais ocorre. A saída de Dilma na presidência temporariamente ocorreu na transição da Discórdia para a Confusão. As medidas de débil mental do filho da puta do Temer, ocorreram na confusão. E a decisão final se a Dilma-sai-ou-Dilma-fica serão decididas na Burocracia. Mas isso é assunto para outro texto, certo? Temos 23 dias de felicidade, antes da chegada da Burocracia! Então aproveitem, GalÉris, e lembrem-se, se vocês não estão confusos sobre o rumo político do país, sobre o que está acontecendo no mundo, ou sobre o que de fato significa ser um discordiano, então algo está errado!

–><–

Escrito por Alto Sacerdote Andreas Victorious Molotov Diasssss, Seita Engraçadista, escrito em Constantinopla, Nova República Bizantina. 50 da Confusão de 3182 YOLD.

Anúncios